4 dicas rápidas para gerenciar as finanças da sua empresa

Ainda existem pessoas que começam o negócio e não tem um controle financeiro básico. Um do erros mais comuns é não dimensionar o quanto precisa para o capital de giro e quando chega a folha de pagamento ou do fornecedor, o empresário descobre que ele não recebeu ainda dos clientes.



Muitos empreendedores não investem o tempo necessário para organizar as finanças da sua pequena empresa. Uma das vantagens de ter os controles financeiros em ordem é que o pequeno empresário pode analisar melhor a saúde da empresa.

O primeiro passo para gerenciar melhor as finanças é separar as despesas empresariais das pessoais. O pequeno empresário precisa ter um conhecimento básico de finanças empresariais, pegue papel e caneta que vou te dar 4 dicas simples sobre finanças.


1. Dedique um tempo para o planejamento

O que mais escuto é "está tão corrido, não tenho tempo para nada". A correria do dia a dia não deve ser usada como desculpa para a falta de controle financeiro. Tudo que envolver dinheiro na empresa tem que ser anotado. Além disso, é essencial dedicar um tempo para organizar as informações e criar rotinas.

Dica brinde: defina dia e horário para cuidar da gestão financeira, foque só nisso. Existem aplicativos de celular que são compatíveis com sistemas on line, exemplo o Quickbook da Zero paper, funciona muito bem para pequenas empresas.


2. Separe as despesas pessoais

Se eu ganhasse um real a cada vez que escuto que as finanças pessoais e da empresa são as mesmas, eu estaria em Paris tomando vinho. Uma das principais atitudes que complicam a gerência das finanças é misturar as contas do negócio com as pessoais.

É fundamental que o caixa da empresa pague todas as despesas da empresa.


3. Invista em capacitação

Treinamentos online, cursos de curta duração, palestras e outros materiais online são algumas opções para quem deseja aprimorar os seus conhecimentos em finanças. O empresário acaba fazendo escolhas por falta de conhecimento. A partir do momento que ele se capacita e organiza a agenda, acaba ficando automático. Mesmo que você opte por contratar um profissional para cuidar das finanças do seu negócio, você precisa entender da coisa, afinal o filho é seu.


4. Contrate ajuda profissional

O auxílio de um profissional especializado em contabilidade pode ser a solução quando as finanças da empresa estão em desordem. Mesmo uma empresa pequena pode considerar ter uma contabilidade interna. Isso ajuda a enxergar os custos de produção, se é bom vender mais ou menos, e então começar a fazer negócio.




Nany Martins é mentora Executiva da Awee4Life.

Visite nosso site www.awee4life.com