Como criar uma marca forte e se destacar da concorrência

Os empresários Brasileiros estão bem animados com 2019. Mesmo com as sequências de desastresque ocorridos ainda no início do ano, as projeções são bem animadoras para o mercado.



As empresas estão com um grande apetite para inovar e fazer as coisas acontecerem. Em um mercado de forte concorrência, quem tem uma marca forte tem maior capacidade para manter clientes e conquistar novos.


Com algumas dicas simples veja como consolidar a imagem da sua empresa.


Garanta a credibilidade do seu negócio

Avalie seus hábitos de consumo e responda: você já adquiriu um produto apenas em função da marca associada a ele? Quando a marca tem representatividade no mercado, é natural que os consumidores a levem em consideração na hora da compra, seja pela garantia de qualidade, pelo retrospecto positivo ou simplesmente pela fama adquirida ao longo dos anos.


Criar uma marca sólida é importante porque a imagem positiva da empresa transmite aos consumidores a confiança sobre os produtos e as atividades associadas a ela.


“As marcas influenciam o psicológico das pessoas com a promessa de qualidade. Uma marca forte transmite um padrão de qualidade, credibilidade e experiência”.

Algumas empresas são tão bem sucedidas na tarefa de construir suas marcas que acabam assumindo o nome dos produtos. Nesse caso, os consumidores, em vez de se referirem ao produto em si, acabam mencionando o nome da companhia ou da marca. É o caso, por exemplo, da Maisena, Bombril, Post-it, Velcro e Xerox.

Mas você não precisa chegar a esse ponto para consolidar sua empresa no mercado e superar a concorrência. Na verdade, quando falamos de estabelecimentos e de serviços, e não de produtos, a marca precisa ser construída por meio do engajamento com os clientes e com a reafirmação da própria identidade.


Qual o sentimento que o nome da sua empresa traz?

Descubra a essência da sua #marca: aquilo que é capaz de resumir a missão da empresa. Essa essência precisa determinar a personalidade da marca. Esse é o primeiro passo para construir uma marca sólida.


Em nossas reuniões de #estruturação de #negócios, sempre ouvimos o quanto somos diferentes, os "diferentões". Foi a partir desse sentimento por parte dos nossos clientes, funcionários e fornecedores que passamos a usar o slogan "porque somos diferentões".


Um outro fato curioso vindo do nosso ciclo de negócios é o nome Awee ter se tornado um adjetivo para coisas emocionantes e diferentes. Uma de nossas cliente saltou pela primeira vez de paraquedas e na legenda da foto estava escrito: "isso é muito Awee". Já um outro, disse que estava apaixonado por uma mulher "bem Awee".


E nesta hora que vemos que estamos no caminho certo e nossa mensagem está sendo recebida.


E aí, qual a mensagem que a sua empresa está passando?


Seja diferentão

Permita que a sua empresa seja notada pelos clientes por algo que a diferencie das demais. Pode ser o preço, a qualidade do produto, a facilidade de acesso, a procedência dos insumos, etc.

Gosto de dizer, que você precisa despertar o desejo pelo seu produto ou serviço como as pessoas têm pela marca Apple. Quem tem Iphone gosta de exibi-lo, esse é o desejo que seu trabalho tem que despertar.

Você deve ter ouvido falar na Nubank, aquela do cartão de crédito roxo. Pois é, ela ganhou mercado pela forma humana de atendimento, sem atendente falando gerúndio, como é normal de se ver em Call Center de cartões, eles são rápidos, descolados e personalizados.

Padronize processos

Invista na identidade visual da sua empresa e padronize todas as interações com os clientes de forma consistente e reiterada, da propaganda ao cartão de visita, passando pela decoração do ambiente e pelo uniforme dos funcionários.


Simplifique

Aposte em um nome simples, fácil de lembrar e de falar, que não exija abreviações ou gere dúvidas entre os consumidores. Lembre-se das grandes marcas que você conhece e note que a simplicidade tende a ser um critério em comum.

Para finalizar, vale lembrar que de nada adianta investir para #consolidar a marca se o #serviço prestado não for bom o suficiente. É o que atesta o consultor Geoffrey James, “A única maneira de construir uma marca forte é vender produtos ou serviços que encantem os #clientes. Se você falhar nesse critério fundamental, o marketing de marca será um desperdício de dinheiro”.


Fase 1: Ataque

Pelo fechamento do ano passado, espera-se, durante este primeiro #semestre, um movimento maior de receptividade das empresas. Elas estão de portas abertas para inovação. Então, é preciso aproveitar este momento para validar a proposta com o mercado: falar com todos os interlocutores (clientes e investidores) que possam aprovar o serviço da startup, consolidar a oferta e colocá-la em prática.

Fase 2: Consolidação Este é o momento para olhar para a equipe (contratar e formar um time mais preparado), cuidar da base de vendas (melhorar a plataforma tecnológica, desenhar o processo, a estratégia de marketing etc.) e estruturar a empresa.

Fase 3: Crescimento O cenário provável para o Brasil é voltar a crescer. É hora de desenvolver o planejamento e vislumbrar os horizontes para 2019, que já devem estar na mira das #startups.







#marca #concorrencia #abrirempresa #proprionegocio #empresa #consolidarmarca